Divulgar conteúdo
  • Login (atualize a página se necessário)
Maria Angélica Melendi, Altar em Tepito, México, DF
Douglas Pego, Grandes para Ver, 2009
Maria Angélica Melendi, Altar em Tepito, México, DF
Fabíola Tasca, ROTAS: procedimento comércio, desde 2011.
Fabíola Tasca, 1ª Polifônica de Belo Horizonte, 2007
Sávio Reale, Tapetes Pampulha (Coleção Pampulha)
Sávio Reale, s/t
Rachel Falcão, Habita Vida, 2000-2003
Melissa Rocha, KV1-Keep Walking, 2005
Douglas Pego, Capas para Convencer a Ler, 2007-2010

Lais Myrrha

Uma biblioteca para dibutade I, 2006

Lais Myrrha, Uma biblioteca para dibutade I, 2006

fotografia digital | 90 cm x 66 cm
Série composta por fotos de paredes que apresentam marcas deixadas por livros e estantes
(atualmente a série conta com 3 fotografias)

por um fio, 2010

Lais Myrrha, por um fio, 2010

cinco desenhos em desaparição emoldurados (carbono sobre papel) | 70 x 50 cm (cada)

pódio para ninguém, 2010

Lais Myrrha, pódio para ninguém, 2010

 instalação | pó de cimento prensado e números de metal | dimensões variáveis

Bestiário, 2005

Lais Myrrha, Bestiário, 2005

Bestiário, 2005 | vídeo | duração: 40’ 33’’


Bestiário é um vídeo feito a partir da sobreposição de sete edições do Jornal Nacional. Nessa mistura de sons e imagens
a única fala que se escuta em uníssono é a chamada: “agora, no jornal nacional”.

Assista a um trecho do vídeo clicando no link http://vimeo.com/3388388

Memorial do esquecimento (ação #2), 2002

Lais Myrrha, Memorial do esquecimento (ação #2), 2002

ação, dimensões variáveis.

Sobre um muro pintado de preto escrever, com tinta branca, os nomes dos transeuntes que se disponham a contribuir com a realização do memorial. Essa operação deve continuar até que o muro se torne completamente branco.

Fachada subtraída / nº 02, 2004-2008

Lais Myrrha, Fachada subtraída / nº 02, 2004-2008

Apresentação da 2ª versão da fachada subtraída: de 03 de julho a 15 de agosto de 2008, edifício Gustavo Capanema, Funarte-RJ.

Compensação dos erros, 2007

Lais Myrrha, Compensação dos erros, 2007

O vídeo é um plano seqüência que mostra a tentativa de fazer um desenho de observação a partir dos números que aparecem no mostrador de um relógio digital. Entretanto, a rapidez com que os números que representam os segundos se modifica, impede que o desenho seja completado. Desenhando, apagando e tornando a desenhar, o vídeo termina após uma hora, coincidindo com o instante em que o desenho é totalmente apagado.

Teoria das bordas, 2007

Lais Myrrha, Teoria das bordas, 2007

granitina branca e preta, dimensões variáveis.