• Login (atualize a página se necessário)
Hélio Nunes, Ainda dá para brincar de Malraux em 2008?
Sávio Reale, s/t
Adriano C. Gomide, Toque de Alvorada, 2012
Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para criar buraco em sabão... dando razão àqueles que não consideram Dalí surrealista, 2011
Hélio Nunes, Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]
Ines Linke, Fabíola Tasca, e Rodrigo Borges, Perímetro, 2005
Adolfo Cifuentes, El Viajero, 1995
Sávio Reale, s/t
Sávio Reale, s/t
Alice Costa Souza, Candelária, 2012

Matriz Perdida Invertida I, 2010

Tales Bedeschi, Matriz Perdida Invertida I, 2010

Séria de gravuras realizadas na técnica matriz perdida.

Matriz perdida é uma técnica da gravura, na qual uma
mesma matriz dá origem a estampas diferentes mediante
uma ou mais etapas de gravação. Cada nova estampa
corresponde à perda da possibilidade de fazer uma nova
impressão da etapa anterior.
Um prédio retirado da paisagem configura uma
intervenção resultada da subtração linear da chapa de
madeira. As alterações na paisagem são
permanentes e irreversíveis.

AnexoTamanho
DSC_0002-sembordas.jpg7.11 MB
MPinvertida-VI-peq.jpg1.49 MB
MPinvertida-IV-peq.jpg1.5 MB