• Login (atualize a página se necessário)
Hélio Nunes, Ainda dá para brincar de Malraux em 2008?
Ines Linke e Louise Ganz, Percursos, 2007
Adriano C. Gomide, Toque de Alvorada, 2012
Melissa Rocha, Projeção Luz, 2008
Maria Angélica Melendi, Altares de la Santa Muerte, México, DF
Maria Angélica Melendi, Altar em  Chapultepec, Mexico, DF
Lucas Delfino, Desenho de Paisagem (homenagem a barba dos rabinos e dos prisioneiros), 2010
Lucas Delfino, Via Dolorosa (O Semeador), 2010
Alice Costa Souza, Diário da melancolia, 2003
Melissa Rocha, KV1-Keep Walking, 2005

(Para que serve a pintura?) Para plantar feijões que não nascem, 2008

Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para plantar feijões que não nascem, 2008

aquarela, algodão e feijões pretos em potinhos bonitinhos, 3,6cm Φ cada um.

Exatamente isso, nem mais nem menos: peguei minhas melhores tintas, coloquei com água em potinhos, deitei os feijões, aguei e os feijões não nasceram. Experimento típico... Depois me disseram que tinha que ficar no escuro. Mas aí não é pintura... Tem pintura no escuro?