• Login (atualize a página se necessário)
Hélio Nunes, Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]
Sávio Reale, s/t
Hélio Nunes, Theatrum Picturatum, 2009-2010
Ines Linke e Louise Ganz, Percursos, 2007
Douglas Pego, Batom, 2010
Maria Angélica Melendi, Santuário de Cromañón, Buenos Aires, Argentina
Melissa Rocha, Carreira de Monalisa, 2007
Sávio Reale, Tapetes Pampulha (Coleção Pampulha)
Maria Angélica Melendi, Altar em Tepito, México, DF
Sávio Reale, Tapetes Pampulha (Coleção Pampulha)

(Para que serve a pintura?) Para plantar feijões que não nascem, 2008

Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para plantar feijões que não nascem, 2008

aquarela, algodão e feijões pretos em potinhos bonitinhos, 3,6cm Φ cada um.

Exatamente isso, nem mais nem menos: peguei minhas melhores tintas, coloquei com água em potinhos, deitei os feijões, aguei e os feijões não nasceram. Experimento típico... Depois me disseram que tinha que ficar no escuro. Mas aí não é pintura... Tem pintura no escuro?