• Login (atualize a página se necessário)
Sávio Reale, s/t
Hélio Nunes, Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]
Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para tapar um buraco na mesa onde tomo café com uma imagem temática, 2008
Fabíola Tasca, 1ª Polifônica de Diamantina, 2008
Rachel Falcão, Da série Labiríntimo, 2009
Adriano C. Gomide, Moços à procura da beleza IV, 2007
Douglas Pego, Batom, 2010
Maria Angélica Melendi, Altares de la Santa Muerte, México, DF
Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para fazer cartões de aniversário, 2008
Fabíola Tasca, em obra project (2012-2016)

Uma pose para a Piti, logo após a abertura da Exposição Táticas heterogêneas / aproximações entrópicas