• Login (atualize a página se necessário)
Hélio Nunes, Ainda dá para brincar de Malraux em 2008?
João Castilho, Redemunho, 2006
Hélio Nunes, Depois de Fernando Bryce, 2008-2010
Rachel Falcão, Voragem, 2006 (detalhe)
Alice Costa Souza, Urgências do Presente
Lais Myrrha, Compensação dos erros, 2007
Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para fazer cartões de aniversário, 2008
Rachel Falcão, Da série Labiríntimo, 2009
Sávio Reale, s/t
Hélio Nunes, Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]

Fachada subtraída / nº 02, 2004-2008

Lais Myrrha, Fachada subtraída / nº 02, 2004-2008

Apresentação da 2ª versão da fachada subtraída: de 03 de julho a 15 de agosto de 2008, edifício Gustavo Capanema, Funarte-RJ.

Elejo uma fachada cuja superfície apresente um acúmulo de marcas aleatórias: o desgaste natural do tempo, as interferências provocadas pelos passantes assinaturas, arranhões, garatujas, etc. Para capturar essas eventualidades construo uma fachada de madeira que mimetiza a fachada original. Por um tempo determinado esse muro cenográfico se sobrepõe ao de alvenaria e, como ele, fica expostos às mais diversas alterações. Após o tempo determinado retiro a fachada da rua e transporto-a para um local expositivo.

AnexoTamanho
fachada subtraída.pdf496.21 KB