• Login (atualize a página se necessário)
Sávio Reale, Tapetes Pampulha (Coleção Pampulha)
Ariel Ferreira, Homenagem a Tamandaré, 2008
Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para tapar um buraco na mesa onde tomo café com uma imagem temática, 2008
Alice Costa Souza, Diário da melancolia, 2003
Douglas Pego, Salto, 2008
Fabíola Tasca, Parlatório, 2005
Adolfo Cifuentes, El Viajero, 1995
Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para plantar feijões que não nascem, 2008
Sávio Reale, s/t
Lais Myrrha, Memorial do esquecimento (ação #2), 2002

Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]

Hélio Nunes, Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]

Participação espectral de Hélio Nunes.

1) instalação: Pássaro do Amanhã, 1962, com dedicatória a Astrogildo, datada 9-4-60, por Hélio Nunes, vários outros títulos empilhados, um caixote e um pijama;

2) ação: chute e débâcle.

Dimensões variáveis, dependendo da estabilidade da pilha, da ordem do artista na montagem e da receptividade do público.

Leia mais Sobre “Ordenação empilhativa..”