• Login (atualize a página se necessário)
Lais Myrrha, Memorial do esquecimento (ação #2), 2002
João Castilho, Aqui tudo, 2007
Hélio Nunes, Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]
Douglas Pego, Batom, 2010
Hélio Nunes, Theatrum Picturatum, 2009-2010
Ines Linke e Louise Ganz, Percursos, 2007
Lais Myrrha, pódio para ninguém, 2010
Maria Angélica Melendi, Altares de la Santa Muerte, México, DF
Sávio Reale, s/t
Alice Costa Souza, Diário da melancolia, 2003

Da série Labiríntimo, 2009