• Login (atualize a página se necessário)
Fabíola Tasca, Parlatório, 2005
Clara Albinati, A Paixão Segundo, 2008
Hélio Nunes, (Para que serve a pintura?) Para tapar um buraco na mesa onde tomo café com uma imagem temática, 2008
Lais Myrrha, pódio para ninguém, 2010
Maria Angélica Melendi, Santuário de Cromañón, Buenos Aires, Argentina
Fabíola Tasca, Primeira Pessoa, 2010
Sávio Reale, Tapetes Pampulha (Coleção Pampulha)
Sávio Reale, s/t
Douglas Pego, Tentativa Músculo, 2010
Hélio Nunes, Ordenação empilhativa de “Liberdade – o homem nasceu para pensar”, 2012 [1962]

Seminário O que resta da ditadura: a arte latino-americana em tempos de crise